Sejam Bem Vindos!

Caros amigos internautas

Este Blog, cujo conteúdo principal é direcionado aos profissionais de segurança do trabalho, pode também ser utilizado por todos que se interessem pelo assunto.
Temos como lema servir sem pedir nada em troca; não precisa nem fazer cadastro, não nos interessa saber de dados pessoais de ninguém. Acesse e copie o que lhe interessar à vontade.
Porém, se alguém quiser espontaneamente compartilhar conosco algum texto ou arquivo interessante, será de muita valia e desde já agradecemos.

NOTA: os arquivos aqui referenciados e e disponibilizados, - salvo aqules que se pode copiar diretamente do blog, - somente estarão acessivieis por e-mail, pois, os provedores cobram pelo armazenamento e como não temos fins lucrativos não nos submetemos a eles. Ademais, temos que preservar os direitos autorais de terceiros.
----------------------------------------------------

PROFISSIONAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Visitem o blog ASSENOTEC - http://assenotec.blogspot.com/

Para cultura e variedades: PA-RUMÃO - http://pa-rumao.blogspot.com/

--------------------------------
Solicitação de arquivo: aromaosilva@bol.com.br

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Agrotóxicos - Tipos de Lavagem

Tipos de Lavagem - Tríplice Lavagem

Fonte: impEV - http://www.inpev.org.br/logistica-reversa/tipos-lavagem

Imagem: www.akatu.org.br

 

Como o próprio nome diz, a tríplice lavagem consiste em enxaguar três vezes a embalagem vazia, seguindo os seguintes critérios:

 

  • Após esvaziar a embalagem, deve ser colocada água limpa até ¼ de seu volume (25%);
  • A tampa deve ser recolocada e fechada com firmeza e o recipiente agitado vigorosamente em todos os sentidos, durante cerca de 30 segundos para que os resíduos do produto que estiverem aderidos às superfícies internas se dissolvam;
  • A água de enxague deve ser despejada dentro do tanque do equipamento de aplicação (para ser reutilizada nas áreas recém-tratadas), com cuidado para não espirrar. A embalagem deve ficar sobre a abertura do tanque por aproximadamente mais 30 segundos, para que todo o conteúdo escorra;
  • Depois de repetir esses procedimentos mais duas vezes, a embalagem deve ser inutilizada, perfurando-se o fundo com objeto pontiagudo.

clip_image002

Esvaziar totalmente o conteúdo da embalagem no vaporizador;

clip_image004

Adicionar água limpa à embalagem 1/4 do seu volume;

clip_image006

Tampar bem a embalagem e agitar por 30 segundos;

clip_image008

Despejar a água da lavagem no pulverizador.

clip_image010

Inutilize a embalagem plástica ou metálica, perfurando o fundo;

Lavagem Sob Pressão

Outro método para realizar a limpeza das embalagens é a lavagem sob pressão, sistema integrado ao pulverizador. Este equipamento utiliza a própria bomba do equipamento para gerar a pressão para o bico de lavagem. A água limpa utilizada para lavagem das embalagens é captada pela bomba do pulverizador de um tanque extra que pode ou não estar integrado ao equipamento.

Nesse procedimento, devem ser observados os seguintes passos:

  • Após o esvaziamento da embalagem, encaixá-la no funil instalado no pulverizador;
  • Acionar o mecanismo para liberar o jato de água limpa;
  • Direcionar o jato de água para todas as paredes internas da embalagem por 30 segundos;
  • Transferir a água de lavagem para o interior do tanque do pulverizador;
  • Inutilizar a embalagem perfurando o fundo.

clip_image011

Esvaziar totalmente o conteúdo da embalagem no tanque do pulverizador;

clip_image013

Encaixar a embalagem vazia no local apropriado do funil instalado no pulverizador;

clip_image015

Adicionar o mecanismo para liberar o jato de água;

clip_image017

Direcionar o jato de água para todas as paredes internas da embalagem por 30 segundos;

clip_image019

Transferir a água de lavagem para o interior do tanque do pulverizador;

clip_image021

Inutilizar a embalagem plástica ou metálica, perfurando o fundo;

Devolução das Embalagens

Após o processo de lavagem, o agricultor deve armazenar as embalagens vazias com suas respectivas tampas, rótulos e caixas em um lugar adequado, separadas por tipo. Essas embalagens devem ser devolvidas na unidade de recebimento indicada pelo revendedor no corpo da Nota Fiscal até o prazo de um ano após a compra. Caso sobrem frações do produto na embalagem, a devolução deve ser feita até seis meses após o vencimento.

A preparação das embalagens para a devolução também requer alguns cuidados, conforme o tipo:

  • Embalagens flexíveis: devem ser esvaziadas completamente no momento do uso e guardadas dentro de uma embalagem de resgate* fechada e identificada.
  • Embalagens rígidas: após o processo de tríplice lavagem ou lavagem sob pressão, devem ser tampadas e acondicionadas, de preferência na própria caixa de embarque que, por ser do tipo não lavável, não deve ser perfurada.
  • Embalagens secundárias: devem ser armazenadas separadamente das embalagens contaminadas e podem ser utilizadas para acondicionar as embalagens rígidas.

* A embalagem de resgate, ou saco de resgate, é uma embalagem plástica, encontrada nos tamanhos de 50 e 100 litros e utilizada para acondicionamento, transporte e destinação de embalagens flexíveis. Recomenda-se que a indústria fabricante e/ou canais de distribuição (revendas e cooperativas) disponibilizem na sua lista de preços essas embalagens.

---------------------------------------------

Para obter uma lista de alguns fornecedores de embalagem de resgate, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário